26 de set de 2016

Aplicativos médicos gratuitos para iOS e Android do Telemedicina RS


Risco Cardiovascular
O escore estratifica o risco de morte por doença coronariana,IAM, angina, AVE fatal ou não fatal, AIT, claudicação intermitente e insuficiência cardíaca em 10 anos.
iOS: https://itunes.apple.com/br/app/calculadora-risco-cardiovascular/id1048111478?mt=8
Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.com.sisqualis.calculadora_risco_cardiovascular 



Asma
Orientações sobre o diagnóstico, classificação e manejo da asma em adultos e crianças maiores de 5 anos.
IOS: https://itunes.apple.com/br/app/asma-telessauders/id1055618991?mt=8
Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.ufrgs.telessauders.Asma
DPOC 
Orientações sobre o diagnóstico, classificação e manejo da Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC). 
iOS: https://itunes.apple.com/br/app/dpoc-doenca-pulmonar-obstrutiva/id1054330925?mt=8
Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=br.ufrgs.telessauders.DPOC



ADDS – Apoio ao diagnóstico de depressão e avaliação de risco de suicídio
Visa auxiliar no diagnóstico de depressão e na definição de Risco de Suicídio.
iOS:https://itunes.apple.com/br/app/adds-apoio-ao-diagnostico/id1055387783?mt=8


Animais Peçonhentos RS

Auxílio na identificação dos principais animais peçonhentos e venenosos existentes no RS, medidas de prevenção de acidentes e de informações gerais sobre soros antivenenos.

Calculadora Gestacional 
Permite calcular a idade gestacional e a data do provável parto a partir da data da última menstruação ou da idade gestacional obtida através de ecografia obstétrica.


Mamografia
Indicações, resultados e condutas de mamografia
Este instrumento visa auxiliar no rastreamento e diagnóstico do câncer de mama.

RegulaSUS
Médicos da APS poderão consultar se os pacientes apresentam critérios clínicos que sugiram encaminhamento para o especialista.

Cancer de colo de útero
Rastreamento do Câncer do Colo do Útero. Este instrumento visa auxiliar rastreamento do câncer de colo de útero.
Álcool - Avaliação do Uso Prejudicial
AUDIT (Alcohol Use Disordrs Identification Test) – é um questionário desenvolvido pela OMS (Organização Mundial de Saúde), validado em Português, para detecção de indivíduos com consumo de risco de álcool.


e muito mais! Confiram nos links abaixo: 
Android – https://play.google.com/store/search?q=telessauders&hl=en
iOS - https://itunes.apple.com/br/developer/erno-harzheim/id1022819656

16 de set de 2016

Alertas em Prescrições e Farmacogenômia

Esse post é parte da palestra Inteligência artificial e Big Data na prática clínica, que apresentei no CBC- Vitória. A farmacogenômica é a área que estuda a alteração no metabolismo das drogas pela expressão de alguns genes, ou seja, com o tempo a seleção de drogas terapêuticas deverá ser substituída por seleção de pacientes nos quais uma determinada droga seria eficaz.
Nos EUA, o FDA já conta com mais de 100 drogas que tem seu efeito modificado na presença de alguns genes:
Veja mais aqui
A IGNITE, rede de pesquisa com o objetivo de incorporar informação genômica na prática clínica, conta com seis Universidades ligadas a centros hospitalares, cada um desenvolvendo um tipo de pesquisa diferente.  Vanderbuilt University, no Tenesse, usa prontuário eletrônico desde 2001, retirou a identificação dos pacientes do prontuários eletrônicos e criou um banco de dados que hoje conta com mais de 2 milhões de registros clínicos, destinados a pesquisa! Incluem dados de anamnese, prescrição, exames, reações adversas, interação medicamentosa, dados demográficos e muito mais.

Em 2005, eles tiveram a ideia de pegar amostras de sangue de exames laboratoriais que seriam descartadas e transformá-las em um banco de DNA, chamado BioVU. Os pacientes que aceitam doar suas amostras e participar do banco, assinam um termo de consentimento. A aceitação de uma amostra dispara o programa de criptografia para atribuir um número de identificação único para a pesquisa da amostra, assim as amostras de DNA não são identificadas.Hoje já são mais de 180.000 amostras de adultos e mais de 12.000 crianças, são 800 amostras cadastradas por semana atualmente. O BioVU é ligado ao banco de registros eletrônicos não identificados da Universidade Vanderbuilt.
 
Já imaginaram tudo que poderíamos pesquisar no acesso a esse banco de dados? Por exemplo, lá consta que desde 2001 foram 230 vítimas de mordida humana. Penso na quantidade de informação que eu poderia pesquisar com esse dado: resposta terapêutica ligada à idade, comorbidade, diferentes evoluções associadas a resultados de exames laboratoriais iniciais...

Mas voltando ao banco de dados Vanderbuilt e BioVU, nas prescrições de pacientes surge um alerta quando o paciente possui um determinado fenótipo que interfere no metabolismo de alguma droga específica. Vejam o exemplo do Clopidogrel:

Pacientes que tem o genótipo  CYP2D19 não metabolizam bem o Clopidogrel, por isso podem ter eventos tromboembólicos usando essa medicação. O programa oferece 2 opções, Prasugrel ou Ticagrelor, com suas respectivas contraindicações e precauções.

Acho que o futuro a medicina estará muito voltado para a medicina de precisão, onde a droga certa será prescrita para o paciente certo, na hora certa. 

O post Alertas em Prescrições e Farmacogenômia é original do TI Medicina. Quando copiá-lo, citar a fonte.

4 de set de 2016

Porque os médicos devem usar redes sociais?

Fui convidada para dar 2 palestras no Congresso do Setor IV do CBC em Vitória neste fim de semana, uma delas sobre "Inteligência artificial e Big Data na Medicina" e outra sobre por que os médicos devem usar Redes Sociais. 







 Apresentação no Prezi:

1 de ago de 2016

Profissionalização da Preceptoria Médica: uma necessidade?

Estou fazendo a Especialização em Preceptoria Médica do SUS do Hospital Sírio Libanês/Ministério da Saúde e dentre muitas discussões interessantes uma delas se destacou esse mês: O modelo atual da Residência Médica atende os residentes?

Fiz residência em Cirurgia Geral e Coloproctologia há uns 20 anos e sempre achei que foram excelentes. Um período de aprendizado muito importante e de extrema valia. Aprendíamos pelo exemplo, observando nossos preceptores. 

Agora, na especialização fomos levados a questionar nossa experiência na residência e comparar com o que está sendo transmitido no curso. Há um artigo muito interessante (no final), onde o pesquisador entrevista 16 preceptores em um hospital para definir o papel do preceptor, comparando as falas com as referências na literatura. 

Procurei também artigos que mostrassem o ponto de vista do residente na crítica ao modelo atual, mas só achei papers que questionavam remuneração, condições de trabalho e carga horária. Outros aspectos da residência não foram mencionados.

Das definições das competências dos preceptores, separei as que eu considerava que poderiam ser mais comuns em residências atuais:
  • Ausência de formação ou limitação da capacidade pedagógica do preceptor;
  • Os preceptores não explicam as intencionalidades educacionais específicas nos procedimentos, discussão de casos, etc;
  • Atuação somente no hospital, sem outros cenários de aprendizagem (urgência, ambulatório, etc);
  • Ausência de supervisão adequada e procedimentos pelos preceptores;
  • Ausência de feedback do preceptor ao residente quanto a sua aprendizagem no processo;
  • Ausência de discussão dos comportamentos e atitudes do residente em apsctos morais e bioética.

Resolvi fazer uma enquete (aqui também) no Facebook  (Grupo Estudantes de Medicina do Brasil) para testar se os residentes tinham alguma noção das deficiências de sua residência:

Não para minha surpresa, pois eu também não tinha essa percepção anteriormente, a totalidade de quem respondeu se preocupou quase que exclusivamente com  remuneração, condições de trabalho e carga horária. 

E então? Está satisfeito com sua residência nos aspectos educacionais? Ou acha que aprendemos mesmo é pelo exemplo?

1. Botti SH de O, Rego ST de A. Docente-clínico: o complexo papel do preceptor na residência médica. Physis Rev Saúde Coletiva [Internet]. 2011;21(1):65–8. Available from: http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0103-73312011000100005


30 de jul de 2016

Mundo dos Exames: site com informações sobre exames


O universo dos exames diagnósticos é pouco familiar para a maior parte das pessoas..

 O Mundo dos Exames disponibiliza informações sobre os principais exames, com conteúdo produzido por alguns dos maiores especialistas do país, de uma forma fácil de entender, e, oferecem opções de pesquisas modernas.

Pesquisa por múltiplos exames
Quando o seu médico solicita algum diagnóstico complementar, é raro que o pedido não contemple vários exames para serem analisados em conjunto. Pensando nisso, implantaram uma ferramenta inédita: lista de todos exames que precisa realizar e, além de mostrar o conteúdo de cada um deles, apresentam resultados otimizados que permitam que você visite o mínimo possível de laboratórios para resolver suas necessidades.

É possível pesquisar por tipos de exames, uma ferramenta inclusive muito útil para médicos, estudantes de medicina e outros profissionais de saúde.

Por exemplo, escolhendo Análises Clínicas, uma página com diversos exames é aberta e pode-se selecionar para saber mais sobre ele.


No exame selecionado encontra-se informações gerais e definição, tipo de amostra realizada, preparo necessário, possíveis reações, contraindicações, exames relacionados e bibliografia. Seria interessante constar os valores de referência...


Postagens populares